CM-Skill

Acessos Rápidos
Notícias
Combate à pobreza é um desafio para todos os setores da sociedade

Combate à pobreza é um desafio para todos os setores da sociedade

Rede Europeia Anti Pobreza (EAPN) promoveu seminário em Vila Verde para discutir “desafios e políticas públicas” na luta contra a pobreza e exclusão social O combate à pobreza e exclusão social é “uma tarefa prioritária” que tem de ser concretizada com um “trabalho de proximidade e em rede, envolvendo diferentes parceiros e agentes dos diversos setores da sociedade”. A presidente da Câmara Municipal de Vila Verde, Júlia Rodrigues Fernandes, deixou hoje um apelo para “que ninguém se exclua nem se sinta excluído desta causa”. “Só com todos, num esforço pela defesa da dignidade humana e dos valores humanistas, podemos alterar a realidade e os números que a todos nos envergonham”, disse Júlia Rodrigues Fernandes, na abertura do seminário “Pobreza e exclusão social em Portugal: desafios para a intervenção e políticas públicas” que a EAPN - Rede Europeia Anti Pobreza promoveu hoje em Vila Verde. A autarca apontou como referência o “trabalho de proximidade e em rede” que o Município de Vila Verde tem desenvolvido e incentivado, permitindo aos diferentes meios e instituições disponíveis “atuarem de forma articulada e integrada no terreno”. Encarando os dados estatísticos, Júlia Rodrigues Fernandes lamentou que Portugal continue sem conseguir baixar a barreira dos 2 milhões de portugueses a viver em situação de risco de pobreza e exclusão social, afetando mais as mulheres e as pessoas com baixa escolaridade. Segundo os números do Instituto Nacional de Estatística mais recentes, a taxa de pobreza ou exclusão social em Portugal foi de 20,1% em 2023, mantendo-se o valor do ano anterior. O problema atinge 2 milhões e 104 mil pessoas, sendo que os fenómenos das migrações e dos conflitos armados aumentam os riscos de agravamento da situação. Os relatórios mostram que o risco é ainda maior em territórios desfavorecidos ou áreas pouco povoadas, onde a taxa de pobreza atinge os 26,4%, chegando a ser 1,6 vezes mais elevada do que nas áreas densamente povoadas. A situação agrava-se ao nível da pobreza monetária, que se cifra nos 22,7% da população, enquanto nas áreas densamente povoadas é de 12,8%. Nesse contexto, a presidente da Câmara de Vila Verde reforçou que, associada às estratégias europeia e nacional, a prioridade no combate à pobreza tem de ser concretizada com políticas que efetivamente privilegiem a coesão social, económica e territorial. No salão nobre da Câmara Municipal de Vila Verde juntaram-se dirigentes de diferentes entidades ligadas à luta contra a pobreza em Portugal, com o objetivo de contribuir para um maior conhecimento sobre novos fenómenos sociais associados à pobreza e exclusão social e debater as políticas públicas neste âmbito, no atual contexto nacional e internacional. Os participantes no seminário enfatizaram a convicção de que esta é uma causa transversal na sociedade que atinge e tem de merecer a atenção não apenas da área social, mas antes dos diferentes setores, como a economia, a educação e a cultura. Município de Vila Verde, 2024/06/18
18 de Junho
Eventos
Campanha de Vacinação Antirrábica e Identificação Eletrónica 2024
01
/
04
Campanha de Vacinação Antirrábica e Identificação Eletrónica 2024
INFORMAÇÃO MUNICIPAL – EDITAL Campanha de Vacinação Antirrábica e Identificação Eletrónica, de 3 de junho a 1 de agosto A campanha de Vacinação Antirrábica e Identificação Eletrónica de cães no concelho de Vila Verde irá decorrer de 3 de junho a 1 de agosto do corrente ano. A ação insere-se no âmbito do Plano Nacional de Luta e Vigilância Epidemiológica da Raiva Animal e Outras Zoonoses, de acordo com o edital e o calendário de vacinação disponível no Site do Município de Vila Verde. A campanha de vacinação antirrábica e de identificação eletrónica (microchip) irá percorrer todas as freguesias do concelho de Vila Verde. As datas, horas e locais das concentrações encontram-se afixadas em edital nas sedes das juntas de freguesia, paróquias e Câmara Municipal, assim como no site do Município em www.cm-vilaverde.pt. VACINA ANTIRRÁBICA A campanha de vacinação antirrábica é anual e obrigatória para todos os cães com mais de 3 meses, sendo fundamental para que Portugal mantenha o estatuto de país livre desta doença mortal. Todos os detentores de cães que compareçam a esta campanha devem fornecer, no momento, para efeitos de preenchimento do respetivo recibo e/ou ficha de microchip, os seguintes dados: nome completo; morada; número de BI (Bilhete de identidade) ou CC (Cartão de Cidadão); NIF (número de contribuinte); e contacto telefónico. A vacina antirrábica só pode ser realizada quando os cães se encontrem identificados eletronicamente (microchip). Para mais esclarecimentos, os interessados poderão contactar o Serviço Médico Veterinário do Município de Vila Verde, através do contacto telefónico 253 310 500 e e-mail geral@cm-vilaverde.pt.   Clique no Link para aceder ao Edital e à Calendarização da Vacinação Antirrábica EDITAL - Vacinação Antirrábica 2024 CALENDARIZAÇÃO - Vacinação Antirrábica 2024
Data
03 Jun - 01 Ago '24
“Sardinha com Todos!” na Turismo de Vila Verde
02
/
04
“Sardinha com Todos!” na Turismo de Vila Verde
Montra de Turismo acolhe “Sardinha com Todos!” da APPACDM Na Loja de Turismo de Vila Verde está patente ao público a exposição “Sardinha com Todos”, uma abordagem artística criada pelos utente do CACI de Vila Verde da APPACDM de Braga. “A Loja do Turismo é uma montra de Vila Verde para aqueles que nos visitam, é também uma montra que acolhe a arte dos vilaverdenses, e mais uma vez temos aqui um trabalho fantástico levado a cabo pelos jovens e por toda a equipa da APPACDM”, reconheceu a Presidente da Câmara. “Sardinha com Todos!” “Sardinha com Todos!” é uma abordagem plástica ao Santo António neste contexto expositivo. Uma instalação desenvolvida pelo coletivo de utentes do CACI de Vila Verde da APPACDM de Braga. Abordagem tridimensional, feita com pedaços de papel rasgados, num conceito de sardinha como um objeto exposto, conferindo-lhe a estética tradicional dos lenços dos namorados. É uma alternativa ao tradicional Santo António! Estas sardinhas feitas à nossa medida, que neste palco espelham outra dimensão, procuram contornar obstáculos, dar a ver o que não se vê, fazer cair preconceitos. Passo a passo, temos levado o público a ver e é preciso ver, o que realmente importa, o invisível. Pretende-se tornar observável a participação nas Artes da Pessoa com Deficiência. Esta partilha de olhar, o mudar a lógica das coisas para que se possa criar uma sociedade justa e igualitária. Esta não é apenas uma exposição, é uma viagem imersiva ao reino das liberdades sociais e inclusivas. Este é o potencial indomável da Arte Contemporânea, transmutado de emoções. É a materialização das ideias que a expressão em Arte torna possível num elogio ao sonho e aos olhares atentos.
Data
01 - 30 Jun '24
Vila Verde+Saudável: Alimentação e Sustentabilidade
03
/
04
Vila Verde+Saudável: Alimentação e Sustentabilidade
Projeto: "Vila Verde+Saudável: Alimentação e Sustentabilidade" Promove Consciencialização sobre Alimentação Saudável e Sustentabilidade O projeto "Vila Verde+Saudável: Alimentação e Sustentabilidade" tem como objetivo principal promover a consciencialização sobre a importância de uma alimentação saudável e sustentável. Através de um conjunto de atividades, workshops e demonstrações culinárias, o projeto visa sensibilizar e inspirar os participantes a adotarem hábitos alimentares mais saudáveis, com base na dieta mediterrânea, e que ao mesmo tempo respeitem o meio ambiente, contribuindo assim para o bem-estar individual e coletivo. A alimentação saudável e sustentável tem vindo a ganhar cada vez mais relevância em todo o mundo, com um número cada vez maior de pessoas que procuram formas de se alimentarem de uma maneira mais saudável e que ao mesmo tempo respeite o meio ambiente. O projeto "Vila Verde+Saudável" pretende fornecer informação, inspiração e recursos para aquelas pessoas que desejam adotar hábitos alimentares mais saudáveis e sustentáveis. Durante o projeto, os participantes terão a oportunidade de participar em diversas atividades, incluindo workshops práticos, demonstrações culinárias e feiras de produtos sustentáveis (Festa das Colheitas). Além disso, serão abordados temas como agricultura biológica, alimentação saudável, economia doméstica, aproveitamento integral dos alimentos, e muito mais. Destaques da programação: • Prova de Bolachas Saudáveis: apresentação de bolachas saudáveis feitas com ingredientes nutritivos. • Showcooking de Lanche Saudável, com destaque para a utilização de produtos locais. • Percurso Formativo "Vida Ativa" - Cultivo, Nutrição e Economia Doméstica: Curso abrangente sobre cultivo de alimentos, nutrição e gestão doméstica, com ênfase na utilização de leguminosas. "Acreditamos que com este projeto poderemos oferecer à comunidade um espaço para a troca de conhecimentos e experiências sobre alimentação saudável e sustentabilidade." "Esperamos que os participantes saiam das atividades realizadas ao longo do projeto, inspirados e capacitados para fazer escolhas mais conscientes em relação à sua alimentação e estilo de vida." As atividades do projeto "Vila Verde+Saudável: Alimentação e Sustentabilidade" são abertas ao público e gratuitas. Para mais informações, entre em contacto com: Entidades organizadoras: AEVH ATAHCA EPATV Inovinter Ruverde/Gabinete Técnico de Vila Verde Câmara Municipal de Vila Verde (Rede Social e Serviço de Educação) Parceiros: Escolas Jornal O Vilaverdense Rádio Voz do Neiva IPSS do concelho Programa Seniores Ativos Gabinete de Inserção Profissional de Vila Verde - GIP  
Data
20 Mai - 16 Out '24
OPEN CALL – XIII BIENAL INTERNACIONAL DE ARTE JOVEM DE VILA VERDE
04
/
04
OPEN CALL – XIII BIENAL INTERNACIONAL DE ARTE JOVEM DE VILA VERDE
XIII Bienal Internacional de Arte Jovem de Vila Verde: aberto prazo para apresentação de candidaturas Encontram-se abertas as candidaturas para a XIII Bienal Internacional de Arte Jovem de Vila Verde. O prazo para a inscrição de projetos artísticos decorre até 7 de agosto. A iniciativa, cuja direção artística está a cargo do Pintor Luís Coquenão, é destinada a artistas nacionais e estrangeiros, com idades até aos 35 anos, a concluir até 31 de dezembro de 2024, residentes ou não em Portugal. O concurso e a exposição compreenderão as modalidades de desenho, escultura, gravura, pintura, técnica mista, fotografia plástica, vídeo. Nesta edição será atribuído o Grande Prémio Bienal Internacional de Arte Jovem, no valor de 3.000 euros. O segundo prémio e o Prémio Revelação (para criadores artísticos até aos 20 anos de idade) serão no valor de 1.500 euros, cada. Serão ainda atribuídas Menções Honrosas por modalidade. A exposição das obras selecionadas para esta décima terceira da bienal decorrerá de 9 de novembro a 6 de dezembro deste ano. A Bienal Internacional de Arte Jovem visa, essencialmente, divulgar e valorizar o trabalho de jovens artistas, promover o contacto da população com várias de Arte, criar um espaço cultural de excelência criativa que promova o encontro entre jovens artistas nacionais e internacionais, agentes culturais especializados e públicos potenciais. A inscrição só é considerada válida após o preenchimento do formulário de inscrição e posterior envio de toda a documentação solicitada no artigo 7º, das Normas de Participação. Para mais informações pode pedir esclarecimentos através do email: bienal@cm-vilaverde.pt Para acesso à Ficha de Inscrição/Ficha de Obra, deve aceder ao link: https://www.cm-vilaverde.pt/eventos/xiii-bienal-internacional-de-arte-jovem-de-vila-verde/   Ficha de Inscrição/Ficha de Obra Clique AQUI    
Data
09 Nov - 06 Dez '24
Visitar Vila Verde1