Alterações ao atendimento nos Serviços Municipais Alterações ao atendimento nos Serviços Municipais

Retornar para página inteira
Voltar

TRILHOS - Projeto “Trilhos da Nóbrega” avança em bom ritmo

A concretização do projeto “Trilhos da Nóbrega”, que se insere no Plano Municipal de Trilhos de Vila Verde, decorre em bom ritmo, constituindo mais um passo importante no sentido da potenciação de trilhos no território e do desenvolvimento do turismo concelhio e regional.

O Presidente da Câmara Municipal de Vila Verde, Dr. António Vilela, a Vereadora da Educação, Cultura e Ação Social, Dra. Júlia Fernandes, e o Presidente da Junta de Freguesia de Aboim da Nóbrega e Gondomar, o Sr. João Rodrigues Fernandes, visitaram as obras em curso e puderam verificar que as mesmas seguem em bom ritmo e vão dotar aquela idílica zona do norte do território concelhio de uma infraestrutura com excelentes condições para a realização de caminhadas em comunhão coma natureza.

A intervenção envolve a definição de novos traçados, reabilitação e ou reabertura de troços já existentes, regularização do piso, limpeza de vegetação e estabelecimento de uma sinalética robusta homologada pela Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal.

Além do incremento do turismo de natureza e da prática do montanhismo, que têm vindo a conhecer, no nosso país, um significativo crescimento, releva ainda o propósito de promover a preservação e valorização ambiental, mediante a manutenção e proteção dos bosquetes autóctones, salvaguardando a regeneração natural. Ademais, estas áreas melhoram as propriedades e a conservação do solo, reduzem a erosão e o risco de incêndio, facilitam a infiltração e recarga de aquíferos, melhoram a qualidade da água e do ar e contribuem para uma ainda maior biodiversidade.

 

PLANO MUNICIPAL DE TRILHOS

Recorde-se que Vila Verde apresenta um ambicioso Plano Municipal de Trilhos destinado a explorar e valorizar as potencialidades naturais e turísticas em todo o território concelhio.

Neste estudo tem-se em linha de conta que, em face das caraterísticas do território do concelho, esta é uma excelente oportunidade para a criação e valorização de redes ecológicas urbano-rurais centradas nas linhas de água e no património construído Natural e paisagístico.

No que toca à intervenção propriamente dita, no terreno, importa salientar a aposta na implementação de corredores pedonais e/ou cicláveis e a integração destas infraestruturas verdes com os percursos pedonais de montanha já existentes, assim como com itinerários equestres, de BTT e enduro, visando criar uma rede integrada e ajustada à realidade do território concelhio.

Segundo António Vilela “Vila Verde, com este Plano Municipal de Trilhos, irá promover uma maior equidade territorial, construindo e requalificando acessibilidades em sede de excelência ambiental e contexto turístico, no sentido de inverter a tendência para o isolamento das zonas rurais mais periféricas e de promover o tão necessário rejuvenescimento da população.”

Este Plano integrado vai potenciar a valorização e qualificação do espaço rural, conciliando a reabilitação de caminhos antigos de floresta, de montanha e das proximidades das zonas ribeirinhas com corredores mais urbanos, nomeadamente ciclovias e passadiços.

A irrepreensível qualidade da água dos cursos naturais de água que atravessam o concelho - Cávado, Homem, Vade, Neiva, Cabra e Tojal - tal como as paradisíacas paisagens de montanha, perspetivam uma nova era de valorização de um turismo de proximidade com os patrimónios natural e cultural, cada vez mais uma alternativa ao turismo massificado do litoral do país.

Entre as obras em curso destacam-se as ecovias do Homem/Cávado, nomeadamente, Faial/Mirante e Mirante/Porto Carrero, os Trilhos da Nóbrega numa extensão de 40 km divididos nesta fase em três percursos; Percurso 1 – Trilho Vale Suspenso do Vade, Percurso 2-Trilho do Fojo do Lobo e percurso 3 – Trilho de Mixões. O Plano Municipal prevê ainda uma rede de trilhos ribeirinhos (rios Neiva e Vade e ribeiras da Cabra, Tojal, Febros, Poriço), o trilho de Enduro, as rotas BTT, o trilho equestre D. João de Aboim e trilhos pedestres de montanha.

O Presidente da Câmara Municipal de Vila Verde, Dr. António Vilela, considera que “a riqueza e a diversidade do território do concelho de Vila Verde, tanto no que se prende com as belas paisagens naturais como no que toca ao multifacetado e inestimável património cultural, por si só, justificam plenamente o forte investimento que está a ser feito na criação de efetivas condições para que um número crescente de turistas escolham Vila Verde para desfrutarem de magníficos momentos de lazer, ao mesmo tempo que realizam uma salutar atividade física e podem degustar iguarias imperdíveis, não fosse também a gastronomia um dos ex-líbris de Vila Verde.”

O mesmo Edil sublinha que “o turismo de natureza, num ambiente bucólico com inúmeros atrativos, tem enormes potencialidades que se impõe explorar, tendo em vista a valorização e preservação dos patrimónios natural e cultural e na perspetiva de impulsionar a economia local, reforçando, assim, a atratividade do território e obviando ao problema da desertificação e do envelhecimento populacional nas zonas mais periféricas.”

Município de Vila Verde, 16.6.2021