Alterações ao atendimento nos Serviços Municipais Alterações ao atendimento nos Serviços Municipais

Retornar para página inteira
Voltar

BOLSAS DE ESTUDO PARA 237 ALUNOS - Câmara investe mais de 100 mil euros em incentivos à frequência do ensino superior

O Executivo Municipal de Vila Verde vai analisar e votar, na reunião da próxima segunda-feira, a atribuição de 237 bolsas de estudo a alunos do ensino superior residentes no concelho de Vila Verde, entre 367 candidatos, num investimento global previsto de 104 mil e 30 euros.

Os valores das bolsas oscilam consoante os escalões em que os candidatos estão integrados e em conformidade com as declarações de rendimentos apresentadas. Os candidatos pertencentes ao corpo ativo da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Vila Verde recebem a bolsa máxima. Está ainda prevista uma redução de 50% do valor a receber em caso de acumulação de subsídio ou bolsa atribuída por outra entidade.

 

Pagamento efetuado através de transferência bancária

Devido às limitações impostas no âmbito das medidas de combate à pandemia da Covid-19, este ano, o pagamento vai ser efetuado através de transferência bancária.

Para o efeito, os alunos contemplados, nomeadamente para o fornecimento do IBAN e para a entrega da documentação necessária (declaração de não recebimento de subsídio ou bolsa atribuída por outra entidade), deverão enviar um email para: bolsaensinosuperior@cm-vilaverde.pt.

 

Elevar a competitividade do território e fixar os jovens nas freguesias de origem

Entre os objetivos que sustentam este importante incentivo à frequência do ensino superior por estudantes vilaverdenses relevam o propósito de promover a subida dos níveis de formação e qualificação dos jovens de todo o concelho, investindo, assim, na valorização do capital humano e no consequente desenvolvimento social e económico de Vila Verde.

A elevação da competitividade do território e a aposta na fixação dos mais jovens nas suas freguesias de origem passa, em grande medida, pelo reforço das qualificações dos Vilaverdenses e pela criação de oportunidades para que se formem em múltiplas áreas, nomeadamente em vertentes mais técnicas, para poderem ir ao encontro das efetivas necessidades do mercado de trabalho local e regional. Assim, esta atribuição de bolsas de estudo, além dos alunos que frequentam licenciatura ou mestrado, contempla, uma vez mais, os alunos que frequentam os Cursos Técnicos Superiores Profissionais (CTSP).

Vila Verde é, hoje, um concelho com reconhecido dinamismo empresarial que tem vindo a captar investimentos em áreas inovadoras e em diferenciados setores de produção, tanto no setor primário como no secundário, assim como no comércio e nos serviços, contando com um conjunto de empreendedores que avançaram com projetos que estão a florescer e que necessitam de mão-de-obra qualificada para continuarem a crescer em matéria de competitividade e dimensão. Estes projetos empresariais são também janelas de oportunidade para os jovens Vilaverdenses que se formam nas instituições de ensino superior e que vêm acrescentar um importante valor ao setor produtivo do concelho e da região.

 

Aposta na qualificação dos jovens Vilaverdenses

O Presidente da Câmara Municipal de Vila Verde, Dr. António Vilela, considera que “esta aposta na qualificação dos jovens Vilaverdenses se insere nas políticas municipais de apoio à juventude e é crucial para que o Concelho de Vila Verde possa continuar a vencer o exigente desafio da modernização e da competitividade.”

O mesmo Edil refere que “o tecido empresarial concelhio, nos últimos anos, teve um crescimento assinalável, fruto da capacidade empreendedora dos empresários, mas também em resultado da maior atratividade do território e das políticas fiscais de incentivo ao investimento, e, se o talento, o espírito de iniciativa e a capacidade de estudo e de trabalho dos jovens Vilaverdenses continuarem a ser incentivados e apoiados, este capital humano será determinante para captar para Vila Verde novos projetos em diferentes setores de produção.”

Município de Vila Verde, 15.4.2020