Pular para o conteúdo

Na Rota das Colheitas Na Rota das Colheitas

Facebook  Flickr  Issuu  YouTube

                       

                

FICHA TÉCNICA

Conceção geral, design gráfico e execução técnica
Unidade de Inovação e Conhecimento, Unidade de Sistemas de Informação
 
Edição e manutenção
Serviços do Município de Vila Verde
 
Agradece-se a comunicação de qualquer anomalia técnica ou outro tipo de dificuldade relacionada com a utilização do site. Para o efeito, envie email para helpdesk@cm-vilaverde.pt.
Este projeto foi cofinanciado pelo projeto Cávado Digital MAIS (POVT)

PROTEÇÃO DE DADOS

Apenas deve fornecer os dados pessoais necessários para a prestação do serviço solicitado, nomeadamente para ser capaz de aceder a qualquer um dos serviços no sítio que possuam gestão de processos especificos dependentes do utilizador.
Estes dados serão incorporados nos arquivos correspondentes no Município de Vila Verde e serão tratados em conformidade com o regulamento estabelecido por lei.
Os dados recolhidos apenas serão objeto de transferência, sempre que apropriado, com o consentimento da pessoa em questão ou em conformidade com a referida legislação de protecção de dados.
As pessoas cujos dados pessoais, contidos nos ficheiros do Município de Vila Verde, podem exercer os seus direitos de acesso, rectificação, cancelamento e oposição, na forma prevista pela lei, antes do envio para o arquivo.

AVISO LEGAL

O Município de Vila Verde, através de seu portal na Web fornece informações de interesse geral do concelho de Vila Verde, em especial, a informação e os esforços da organização municipal. A informação fornecida é atual no momento da sua publicação.
O Município de Vila Verde pretende que esta informação seja exata e precisa e procede à sua atualização com a maior frequência possível, tentando evitar erros e corrigi-los, assim que os deteta. No entanto, o Município de Vila Verde não pode garantir a ausência de erros ou que o conteúdo da informação seja permanentemente atualizado.
O Município de Vila Verde pode levar a cabo a qualquer momento e sem aviso prévio, modificações, supressões ou alterações das informações publicadas ou ser capaz de alterar a configuração ou a apresentação.
O acesso ao portal da Web, bem como a utilização das informações que ele contém, são da exclusiva responsabilidade do utilizador. O Município de Vila Verde não é responsável por quaisquer danos que possam decorrer destes factos, nem pode garantir que o acesso não seja interrompido, ou que o conteúdo ou software acedido esteja livre de erros ou causa de dano.
As informações prestadas em resposta a qualquer pergunta ou pedido de informação são meramente indicativas e em nenhum caso será vinculativa para a resolução de procedimentos administrativos, que são estritamente sujeitos às normas legais ou regulamentares que sejam aplicáveis.
Os conteúdos publicados incluem links para páginas de terceiros, web sites, principalmente de outras entidades públicas, que são considerados como podendo ser de interesse para os utilizadores do Portal. O Município de Vila Verde não assume qualquer responsabilidade derivada das ligações ou do conteúdo desses links.

Notícias Notícias

Voltar

TOMADA DE POSSE -Discurso do Presidente da Câmara Municipal de Vila Verde, Dr. António Vilela

Discurso do Ex.mo Senhor Presidente da Câmara Municipal de Vila Verde, Dr. António Vilela, na cerimónia de instalação dos Órgãos do Município, Câmara e Assembleia Municipal, que se realizou ontem, 21 de outubro de 2017, no Centro de Artes e Cultura de Vila Verde,

 

"Ex.mo Senhor Presidente da Assembleia Municipal Dr. Carlos Arantes

Excelentissimas Autoridades Civis, Militares e Religiosas

Senhores Jornalistas

Senhoras e Senhores Convidados

Minhas Senhoras e Meus senhores

 

Caras e Caros Vilaverdenses,

Neste momento quero expressar o meu agradecimento pela vossa presença amiga nesta cerimónia de tomada de posse para um novo mandato.

Confesso que é para mim uma grande honra continuar à frente dos destinos do concelho e receber a vossa confiança, a vossa amizade e o vosso incentivo para continuar a realizar um trabalho em beneficio de Vila Verde e de todos os Vilaverdenses.

Se este é o momento para refletir sobre o presente e perspetivar o futuro é também o momento oportuno para olhar para trás e nos orgulharmos da nossa terra e da obra feita.

Ao longo destes anos ao serviço do concelho de Vila Verde, tive o privilégio de trabalhar com uma equipa dinâmica, competente e totalmente empenhada em fazer o melhor por Vila Verde e pelos Vilaverdenses.

Tive também a honra e a felicidade de trabalhar com presidentes de Junta de freguesia e executivos de grande qualidade e com uma vontade indómita de fazer sempre mais e melhor. Vila Verde e cada um dos seus habitantes têm boas razões para ter orgulho e estar eternamente gratos a estes homens e mulheres, que dedicaram parte da sua vida a fazer sempre mais e melhor pelas suas freguesias e pelos seus habitantes.

Vila Verde possui grandes instituições e associações imbuídas de um enorme sentido de serviço público que, cada uma na sua área especifica de intervenção, são também grandes obreiras e responsáveis pelo salto qualitativo que o concelho conheceu no sentido do desenvolvimento e da modernidade.

Trabalhar em Vila Verde e para Vila Verde, com o foco inteiramente colocado no progresso do Município e no bem-estar dos Vilaverdenses foi e sempre será o nosso maior compromisso.

O poder local é o único poder com verdadeira e permanente proximidade e os autarcas são aqueles que mais se preocupam com os problemas e com as efetivas necessidades das terras e das pessoas.

Fruto da ação da autarquia e graças a um trabalho coletivo, temos hoje um concelho desenvolvido e muito mais apelativo para os Vilaverdenses, para quem nos visita, para quem deseja construir aqui um projeto de vida e para quem quer concretizar novos projetos empresariais.

Ninguém de boa-fé e consciente dos seus atos, poderá negar que Vila Verde é atualmente um Município muito mais inovador, criativo e empreendedor e com melhor qualidade de vida.

Vila Verde é hoje um concelho, devidamente orientado e mobilizado para os desafios e para as crescentes oportunidades de quem quer estar na linha da frente na criação de todas as condições para fixar a população local, atrair mais residentes e potenciar a emergência de novos investimentos.

Vila Verde é hoje um concelho que está a conhecer um dinamismo económico sem precedentes, beneficiando de um conjunto de investimentos potenciadores da melhoria da qualidade de vida das pessoas e da atração de investimento que aumentam a produção de riqueza e a criação de novos postos de trabalho.

Através da implementação de uma política fiscal amiga das famílias e das empresas, com isenções e reduções indutoras do investimento elevou-se a atratividade e a competitividade do concelho na região.

Vila Verde encontra-se entre os concelhos com maior dinâmica económica do distrito e do país nos últimos quatro anos foram criadas no concelho de Vila Verde 585 empresas, mais de 12 empresas por 1000 habitantes entre 2013 e 2017 e o crescimento económico atingiu os 3% um valor claramente acima da média nacional.

Vila Verde é, hoje, um concelho inclusivo, que conheceu grandes progressos em matéria de coesão social e territorial.

Graças à dinâmica de instituições diversas, beneficia de uma ampla rede de equipamentos sociais que cobre plenamente o concelho, prestando uma assistência sem par desde a infância e à aos mais idosos.

Vila Verde é o concelho do país com maior esperança média de vida, (81 anos) é para nós uma grande satisfação viver num concelho onde as pessoas vivem mais tempo.

Temos um concelho gerido com rigor, com contas equilibradas, estamos entre os melhores a nível nacional nos prazos médios de pagamento a fornecedores.

Vila Verde Tem um parque escolar renovado e à altura dos desafios de um ensino moderno e de excelente qualidade.

De forma descentralizada, tornando o concelho mais uniforme, realizaram-se fortes investimentos em equipamentos de desporto e lazer e avançou a aposta na valorização das zonas ribeirinhas.

Fomos pioneiros na abertura de Espaços do Cidadão associados a Lojas do Munícipe e balcões de CTT. Estes equipamentos prestam importantes serviços de proximidade aos Vilaverdenses, às empresas e às instituições concelhias.

Os eventos-âncora, que tanto nos orgulham e que se realizam ao longo de cada ano projetam o dinamismo e as potencialidades de Vila Verde na região, no país e no mundo, impulsionam o turismo e incrementam a economia local e regional.

 

Caras e Caros Vilaverdenses

Existem muitos outros aspetos que podia referenciar e que nos orgulham hoje enquanto Vilaverdenses. O percurso de crescimento e de afirmação de Vila Verde como um concelho próspero e moderno alicerçou-se num exemplar trabalho de cooperação entre o município e as juntas de freguesia e com as associações, instituições e demais entidades locais e regionais.

Mas há ainda muito para fazer, por isso, neste ato eleitoral apresentamos aos vilaverdenses um programa e equipas para os próximos anos. A escolha não deixou quaisquer dúvidas. O reforço da votação obtido nas eleições do dia 1 de Outubro realçam bem a confiança nas nossas equipas e o apoio incondicional ao projeto apresentado.

Se este expressivo resultado eleitoral representa um voto de confiança dos Vilaverdenses no trabalho que temos vindo a realizar, representa também um aumento das nossos responsabilidades.

Os Vilaverdenses reconheceram a qualidade do trabalho realizado por uma equipa coesa, experiente, empenhada e competente e disseram claramente que era este o rumo e que era esta a equipa que queriam que continuasse a construir o progresso de Vila Verde.

Esta inequívoca confiança dos Vilaverdenses dá-nos ainda mais força para levarmos por diante o grande desígnio de continuar a fazer de Vila Verde um dos melhores concelhos da região e do país.

Uma palavra ainda para aqueles que deixam agora de exercer funções autárquicas. Em nome de todos os Vilaverdenses deixo uma palavra de agradecimento e de reconhecimento.

Dirijo igualmente uma palavra às outras forças político-partidárias e respetivos candidatos e felicito-os por, numa importante demonstração de intervenção cívica por terem apresentado os seus projetos.

Passadas as eleições o que os Vilaverdenses efetivamente esperam dos eleitos é que na diversidade encontrem forma de agregar vontades e mobilizar energias em torno daquilo que de facto deve ser a ação de cada um, fazer o máximo e o melhor pela sua terra.

Uma palavra para todos os eleitos que nos próximos quatro anos tem a responsabilidade de exercer cargos nas freguesias ou nos órgãos municipais para lhes desejar os maiores sucessos e lhes dizer que é grande a responsabilidade que os Vilaverdenses nos depositaram não devemos por isso desiludi-los. Esta é a hora da agregação de vontades e energias na permanente procura de convergências em torno de projetos de elevado interesse público em que temos obrigação de continuar a trabalhar.

Porque a vida, sem desafios, não faria grande sentido, encaramos, uma vez mais, este desafio com grande determinação.

Temos orgulho no muito que foi já feito, mas queremos continuar a fazer ainda mais e melhor.

Temos agora uma árdua tarefa coletiva pela frente, mas tenho plena consciência que estamos preparados para enfrentar todos os desafios e aproveitar todas as oportunidades.

São elevadas as exigências, mas são também inúmeras as oportunidades que temos que continuar a saber aproveitar para que o concelho prossiga na senda de um crescimento sustentado e de uma progressiva melhoria das condições de vida das nossas gentes.

Podem estar certos que voltaremos a estar à altura daquilo que todos esperam de nós e que tudo faremos para corresponder às Vossas melhores expectativas no desempenho de tão exigentes quanto aliciantes funções.

As pessoas são e serão sempre a primeira das nossas prioridades, por isso, a nossa maior aposta será na melhoria das condições de vida dos Vilaverdenses.

Conheço muito bem o concelho, sei quais são as suas necessidades, sei o que é verdadeiramente prioritário temos um projeto organizado, rigoroso e credível.

Falo-vos da renovada aposta numa forte mobilização de todos no sentido da efetiva promoção de uma imagem positiva de Vila Verde.

Nos tempos difíceis e complexos que vivemos, em que o despovoamento assola os territórios de baixa densidade, é fundamental canalizarmos energias para o que realmente mais importa.

E o que verdadeiramente a todos deve interessar é a multiplicação de sinergias para a construção de um concelho atrativo, para a instalação de empresas e para a criação de mais e melhores empregos.

Falar de Vila Verde pela positiva e olhar para os recursos e para as mais-valias do nosso território, para o talento e para a enorme capacidade de trabalho dos Vilaverdenses é e será sempre o nosso principal foco.

Os esforços em ordem ao máximo aproveitamento dos fundos comunitários vão continuar tendo como prioridade das prioridades a elevação da competitividade da economia local e a construção de modernas infraestruturas facilitadoras de captação de novos investimentos empresariais.

Todos sabemos que as estratégias e as políticas de desenvolvimento económico e de promoção do emprego são da responsabilidade do Governo, mas o crescimento económico a nível local é a principal âncora para a fixação das pessoas e para o efetivo desenvolvimento do nosso concelho.

 

Caras e Caros Vilaverdenses,

Um concelho só é verdadeiramente próspero e moderno se e quando proporcionar aos seus munícipes condições de vida dignas e se todos tiveram as mesmas oportunidades no acesso ao emprego e a equipamentos e serviços essenciais para o seu bem-estar.

A construção de um concelho moderno assenta também e necessariamente numa séria aposta na educação, na criatividade, no conhecimento e na inovação tecnológica.

A requalificação das escolas básicas dos 2.º e 3.º ciclos de Vila Verde e de Prado, um forte investimento em que a Câmara Municipal chama a si uma obrigação do Estado, será o corolário de uma aposta sem precedentes na elevação da qualidade do ensino.

Passaremos, assim, a breve trecho, a ser um dos melhores concelhos do país em matéria de equipamentos escolares nos vários níveis de ensino.

As nossas crianças e os nossos jovens são a primeira das prioridades deste projeto de desenvolvimento direcionado para o futuro.

Na área da saúde serão realizadas obras de requalificação dos edifícios dos Centros de Saúde do Vade, Pico de Regalados e Cervães.

A aposta na disseminação de infraestruturas equipamentos de desporto e de lazer será também concretizada através da melhoria dos equipamentos desportivos e do aproveitamento do potencial dos nossos rios e do nosso património natural, com a construção de ecovias, ciclovias e circuitos pedonais.

A realização, já no próximo ano, do Campeonato do Mundo de Maratona, em Canoagem, na Vila de Prado, será um momento apoteótico do desporto concelhio e uma excelente oportunidade de projeção do nosso concelho no país e no mundo.

As isenções fiscais na construção de habitação para os jovens e os próprios incentivos e apoios a projetos de desenvolvimento da agricultura, das florestas, da silvicultura e do turismo abrem aos jovens e aos empreendedores em geral importantes janelas de oportunidade.

A meta da preservação ambiental e da promoção da qualidade de vida das pessoas vai também ser atingida com a realização ações no âmbito da eficiência energética e de um ímpar volume de investimentos já em curso na melhoria das redes de abastecimento público água de no Plano de alargamento da rede de saneamento.

O reforço de meios e ações na área da Proteção Civil constituirão uma medida de segurança na proteção de bens e rápida ação em caso de catástrofe.

Porque também elegemos a mobilidade e as acessibilidades como um fator estruturante do desenvolvimento harmonioso do concelho, depois de amplamente instaladas as infraestruturas de água e saneamento, seguir-se-á a requalificação das vias municipais de acordo com um Plano Estratégico.

A variante à sede concelhia E.N. 101 e à ER 305 e as acessibilidades às zonas de acolhimento empresarial do concelho são projetos incontornáveis que reclamam a atenção e o empenho de todos.

Nesta cruzada por um concelho próspero e moderno, mais importante do que enfatizar protagonismos é e será determinante que todos se sintam convocados a dar o seu melhor contributo para que a administração central priorize a construção, a curto prazo, destas obras estruturantes.

A atratividade e a competitividade concelhias vão ainda ser alavancadas com a concretização de projetos de regeneração urbana que ajudarão a dinamizar a economia local, trazendo inestimáveis ganhos de funcionalidade e de comodidade para os Vilaverdenses e para os visitantes dos principais núcleos urbanos do concelho.

A cultura é uma peça fundamental no puzzle do desenvolvimento integrado de um território e a valorização das nossas raízes conhecerá um renovado impulso com a consolidação de programações culturais intensas que vão envolver os vários atores do desenvolvimento local em iniciativas e atividades multifacetadas.

A requalificação do edifício da antiga Adega Cooperativa de Vila Verde, no sentido da criação de um Centro de Artes e Espetáculos, vai impulsionar a atividade cultural através da criação de uma oferta cultural rica e diversificada, alargada a todos os públicos.

O desenvolvimento económico, social, cultural e educacional tem que se ancorar na capacidade empreendedora de todos os atores locais, mas também na criação de condições para que surjam e cresçam os projetos empresariais.

A adoção de uma política fiscal amiga das famílias e das empresas é o caminho que vamos continuar a percorrer para aumentar a atratividade e a competitividade do nosso território.

Assim, continuarão as políticas ativas de atração de investimento, nomeadamente as medidas fiscais amigas das famílias e das empresas tendo como prioridade o crescimento económico, o investimento, o empreendedorismo e a criação de emprego.

Prescindiremos de receitas a pensar na captação de empreendimentos que criem postos de trabalho e assim ajudem a fixar a população e a atrair novos residentes.

Pretendemos que os munícipes encontrem a máxima abertura, disponibilidade, transparência e zelo nos serviços que diariamente lhes prestamos, por isso, vamos continuar a apostar na melhoria, na modernização dos serviços municipais e na desconcentração e agilização dos mesmos, aproximando-os ainda mais das pessoas.

Porque reconhecemos o importante papel das Juntas de Freguesia promoveremos ações no sentido de delegar novas competências.

Ouvir as pessoas, ouvir as suas ideias e acolher as suas sugestões e propostas é fundamental para fazermos uma gestão aberta e participada.

Para nós, todos contam, contamos com todos porque a missão coletiva a que nos propomos é exigente e apenas possível se aglutinarmos vontades e se juntarmos o máximo de sinergias em torno do que verdadeiramente importa: o efetivo desenvolvimento da nossa terra.

Move-nos uma vontade enorme de fazer sempre mais e melhor para que Vila Verde cresça e se projete como um concelho que oferece excelentes condições para aqui se investir e para aqui se viver.

O meu maior desejo é que as crianças e os jovens vilaverdenses, assim, como todos nós, nunca deixem de ter orgulho no seu concelho e se identifiquem com os valores e as tradições que enriquecem e diferenciam o nosso território.

Conto com todos Vós para, juntos, conseguirmos vencer o desafio do progresso e da modernidade e promover o efetivo desenvolvimento da nossa terra.

 

Muito obrigado.

 

Viva Vila Verde!

Viva Portugal!

 

21 de Outubro 2017"


Bem-vindo Bem-vindo

A Internet é o principal veículo de comunicação de que as pessoas se servem, no seu dia-a-dia, em todo o mundo, tanto na sua vida pessoal como no desempenho da atividade profissional. Todas as organizações modernas têm nos seus sites uma janela aberta ao mundo e uma plataforma de comunicação e de interação com o seu público-alvo. Estaremos sempre abertos à inovação e recetivos a sugestões que nos ajudem a continuar a construir um Concelho próspero onde todos gostem de viver e se realizem profissionalmente.            

 

Documentos recentes Documentos recentes