Pular para o conteúdo

Na Rota das Colheitas Na Rota das Colheitas

Facebook  Flickr  Issuu  YouTube

                       

                

FICHA TÉCNICA

Conceção geral, design gráfico e execução técnica
Unidade de Inovação e Conhecimento, Unidade de Sistemas de Informação
 
Edição e manutenção
Serviços do Município de Vila Verde
 
Agradece-se a comunicação de qualquer anomalia técnica ou outro tipo de dificuldade relacionada com a utilização do site. Para o efeito, envie email para helpdesk@cm-vilaverde.pt.
Este projeto foi cofinanciado pelo projeto Cávado Digital MAIS (POVT)

PROTEÇÃO DE DADOS

Apenas deve fornecer os dados pessoais necessários para a prestação do serviço solicitado, nomeadamente para ser capaz de aceder a qualquer um dos serviços no sítio que possuam gestão de processos especificos dependentes do utilizador.
Estes dados serão incorporados nos arquivos correspondentes no Município de Vila Verde e serão tratados em conformidade com o regulamento estabelecido por lei.
Os dados recolhidos apenas serão objeto de transferência, sempre que apropriado, com o consentimento da pessoa em questão ou em conformidade com a referida legislação de protecção de dados.
As pessoas cujos dados pessoais, contidos nos ficheiros do Município de Vila Verde, podem exercer os seus direitos de acesso, rectificação, cancelamento e oposição, na forma prevista pela lei, antes do envio para o arquivo.

AVISO LEGAL

O Município de Vila Verde, através de seu portal na Web fornece informações de interesse geral do concelho de Vila Verde, em especial, a informação e os esforços da organização municipal. A informação fornecida é atual no momento da sua publicação.
O Município de Vila Verde pretende que esta informação seja exata e precisa e procede à sua atualização com a maior frequência possível, tentando evitar erros e corrigi-los, assim que os deteta. No entanto, o Município de Vila Verde não pode garantir a ausência de erros ou que o conteúdo da informação seja permanentemente atualizado.
O Município de Vila Verde pode levar a cabo a qualquer momento e sem aviso prévio, modificações, supressões ou alterações das informações publicadas ou ser capaz de alterar a configuração ou a apresentação.
O acesso ao portal da Web, bem como a utilização das informações que ele contém, são da exclusiva responsabilidade do utilizador. O Município de Vila Verde não é responsável por quaisquer danos que possam decorrer destes factos, nem pode garantir que o acesso não seja interrompido, ou que o conteúdo ou software acedido esteja livre de erros ou causa de dano.
As informações prestadas em resposta a qualquer pergunta ou pedido de informação são meramente indicativas e em nenhum caso será vinculativa para a resolução de procedimentos administrativos, que são estritamente sujeitos às normas legais ou regulamentares que sejam aplicáveis.
Os conteúdos publicados incluem links para páginas de terceiros, web sites, principalmente de outras entidades públicas, que são considerados como podendo ser de interesse para os utilizadores do Portal. O Município de Vila Verde não assume qualquer responsabilidade derivada das ligações ou do conteúdo desses links.

Notícias Notícias

Voltar

Semana da Floresta Autóctone arrancou com peça de teatro “Proteção da Floresta” e com a Exposição Cidades Educadoras

A Semana da Floresta Autóctone de Vila Verde arrancou ontem, 20 de novembro, com a exposição Cidades Educadoras, e com a realização da peça de Teatro “Proteção da Floresta”.

 

Teatro “Proteção da Floresta”

No âmbito do arranque a Semana da Floresta autóctone de Vila Verde realizou-se na EB da Portela do Vade, em Atães, na União de Freguesias do Vade, a peça de Teatro “Proteção da Floresta”, uma atividade dinamizada pelos alunos da Escola Profissional Amar Terra Verde (EPATV).

Segundo os autores esta atividade consiste na dramatização de uma peça de teatro sobre as boas práticas a ter na floresta, sendo esta encenada por um grupo de alunos da EPATV, munidos dos respetivos adereços e figurinos. O objetivo desta original peça de teatro é "alertar toda a comunidade escolar, para pequenas práticas que são realizadas inocentemente e que podem prejudicar a floresta, nomeadamente o lixo que fica para trás, as fogueiras para os churrascos, os passeios de motocross por trilhos não autorizados, entre outros".

Pretende-se, portanto, incentivar toda a comunidade escolar (alunos, professores e funcionários), a assumir o compromisso de promover boas práticas na preservação da Floresta.

 

Exposição Cidades Educadoras

A Exposição Cidades Educadoras, está patente ao público até ao dia 24 de outubro, no edifício da Câmara Municipal de Vila Verde, é constituída a Exposição Itinerante da Rede Territorial Portuguesa das Cidades Educadoras.

Esta iniciativa surge no âmbito da Semana da Floresta Autóctone, que decorre de 20 a 26 de novembro e que encerra uma série de atividades dirigidas à comunidades escolar e à sociedade cívil. Tem como objetivo sensibilizar para a promoção e conservação das florestas naturais, realçando a sua importância económica e ambiental, bem como a necessidade de as proteger.

Refira-se que em 2013, o Município de Vila Verde aderiu à Associação Internacional das Cidades Educadoras (AICE), passando a integrar também a Rede Territorial Portuguesa de Cidades Educadoras, organismos que promovem a troca e partilha de experiências, no âmbito da Educação em toda a sua abrangência, e que entendem a cidade como um espaço de oferta de importantes elementos para uma formação integral do indivíduo.

O conceito de Cidade Educadora tem na sua génese a ideia de que educar é uma responsabilidade de toda a sociedade e de que a Educação não se deve centrar exclusivamente na Escola, sendo um direito de todos e ao longo de toda a vida. Trata-se de uma exposição que dá relevo aos vinte princípios da Carta das Cidades Educadores, que no seu conjunto convergem para a necessidade da construção de uma Cidade cada vez mais participada e humanizadora.

 

Semana da Floresta Autóctone, 20 a 26 de novembro

O Município de Vila Verde está a promover, de 20 a 26 de novembro, a Semana da Floresta Autóctone, desenvolvendo atividades diversificadas com o objetivo de dinamizar e dar continuidade à sensibilização e educação ambiental dos seus munícipes, em especial à população escolar, no sentido de proteger as espécies autóctones da região.

Entre as atividades, o destaque vai para a caminhada ambiental "Zona ribeirinha do Homem" (dia 25, às 08h30) que inclui a recolha de sementes, assim como um ação de reflorestação em Travassós, com os alunos da EB/JI de Esqueiros, no dia 23, às 10h00.

Do programa consta ainda a realização de uma oficina de pasta de papel promovida pela Quercus, hoje, 21, às 14h30, na EB N.º 2 de Vila Verde, a libertação de uma espécie de animal autóctone, no dia 22, às 10h00 e 14h00, na EB de Moure e Ribeira do Neiva e na EB de Cervães, respetivamente, a realização da palestra "Regeneração e Biodiversidade", dia 24, às 10h00, na Biblioteca Prof. Machado Vilela de Vila Verde e a caminhada "Trilho do Vade", no domingo, 26, com concentração às 08h30, no parque de Campismo de Aboim da nóbrega.

A semana dedicada à “Floresta Autóctone”, tem como objetivo sensibilizar para a promoção e conservação das florestas naturais, realçando a sua importância económica e ambiental, bem como a necessidade de as proteger. Para tal irão ser realizadas um conjunto de iniciativas com o objetivo de incutir nos mais jovens a vontade de preservar a floresta, dar a conhecer as plantas autóctones mais abundantes do concelho, colocando as crianças em contacto direto com o património natural de Vila Verde.

 

GALERIA FOTOGRÁFICA


Bem-vindo Bem-vindo

A Internet é o principal veículo de comunicação de que as pessoas se servem, no seu dia-a-dia, em todo o mundo, tanto na sua vida pessoal como no desempenho da atividade profissional. Todas as organizações modernas têm nos seus sites uma janela aberta ao mundo e uma plataforma de comunicação e de interação com o seu público-alvo. Estaremos sempre abertos à inovação e recetivos a sugestões que nos ajudem a continuar a construir um Concelho próspero onde todos gostem de viver e se realizem profissionalmente.            

 

Documentos recentes Documentos recentes