Pular para o conteúdo

Facebook  Flickr  Issuu  YouTube

                   

 

            

Notícias Notícias

Voltar

Orçamento de Estado de 2016 - As Principais normas com implicações nas Autarquias Locais

O Município de Vila Verde promoveu ontem, 16 de maio, nos Paços do Concelho, uma sessão de esclarecimento sobre o Orçamento de Estado de 2016, nos aspetos que mais diretamente se prendem com a gestão levada a cabo pelas autarquias locais.

Tendo como orador principal o Dr. Pedro Mota e Costa, docente do ensino superior e investigador do Núcleo de Estudos das Autarquias Locais (NEDAL) da Escola de Direito da Universidade do Minho, esta sessão permitiu realizar uma aprofundada e rigorosa análise do Orçamento de Estado de 2016, na ótica das autarquias locais, e suscitou um interessante debate em torno de questões práticas com que os autarcas diariamente se debatem, tanto no município como nas diferentes freguesias do concelho de Vila Verde.

O conceituado docente da Escola de Economia e Gestão da Universidade do Minho começou por visitar o articulado da Lei n.º /2016, de 30 de março, alertando para as principais implicações da mesma nas autarquias locais.

O Dr. Pedro Mota e Costa analisou, assim, particularmente, o teor da Lei no que se refere ao recrutamento de trabalhadores na administração local, aos contratos de aquisição de serviços, à gestão orçamental e Lei dos Compromissos e dos Pagamentos em Atraso, ao Regime Financeiro das Autarquias Locais e Entidades Intermunicipais e ao Setor Empresarial Local – regime especial para a cultura.

Esta sessão incidiu, com especial enfoque, sobre a muito relevante questão do limite total da dívida contemplada na Nova Lei das Finanças Locais.

Recorrendo a alguns exemplos práticos, O Dr. Pedro Mota e Costa alertou a vasta plateia, essencialmente constituída por membros dos órgãos de poder local das freguesias, para regras fundamentais a observar em matéria de gestão e equilíbrio orçamental.

Ao longo da sessão e principalmente na parte final da mesma, houve ainda oportunidade para que os autarcas presentes questionassem o ilustre orador sobre procedimentos e atos de gestão quotidiana assim como no tocante a questões técnicas com que se debatem no exercício das suas funções.

O Presidente da Câmara Municipal de Vila Verde, Dr. António Vilela, no momento em que abriu a sessão, sublinhou que “o objetivo desta iniciativa é partilhar algumas das principais preocupações resultantes da implementação das novas regras insertas no Orçamento de Estado para 2016 e conceder a todos os autarcas a oportunidade de debater as implicações das mesmas na sua atividade diária em prol do desenvolvimento das suas freguesias.”

Na perspetiva do Edil, “todos os aspetos relativos à gestão das autarquias, nomeadamente os que se prendem com a admissão de pessoal e os procedimentos a adotar na aquisição de bens e serviços, em virtude da sua crescente tecnicidade, devem ser objeto de uma análise profunda e rigorosa, tendo em vista a sua aplicação numa ótica de consolidação do equilíbrio orçamental, no sentido de se poder gerir os recursos humanos e os dinheiros públicos com racionalidade e eficácia, tendo em vista o crescimento sustentado do município e das freguesias.”

Esta “visita guiada”, uma iniciativa da Divisão de Administração e Finanças do Município de Vila Verde, revelou-se, assim, muito profícua, tendo suscitado a adesão e participação de um elevado número de membros dos órgãos autárquicos do concelho e de funcionários municipais.

Clique aqui para obter mais informações sobre Orçamento de Estado de 2016 na ótica das autarquias locais.

 

GALERIA FOTOGRÁFICA


Bem-vindo Bem-vindo

A Internet é o principal veículo de comunicação de que as pessoas se servem, no seu dia-a-dia, em todo o mundo, tanto na sua vida pessoal como no desempenho da atividade profissional. Todas as organizações modernas têm nos seus sites uma janela aberta ao mundo e uma plataforma de comunicação e de interação com o seu público-alvo. Estaremos sempre abertos à inovação e recetivos a sugestões que nos ajudem a continuar a construir um Concelho próspero onde todos gostem de viver e se realizem profissionalmente.            

 

Documentos recentes Documentos recentes

 

 


       

 

FICHA TÉCNICA

Conceção geral, design gráfico e execução técnica
Unidade de Inovação e Conhecimento, Unidade de Sistemas de Informação e Modernização Administrativa
 
Sistema de gestão de conteúdos

Liferay
 
Edição e manutenção
Serviços do Município de Vila Verde
 
Agradece-se a comunicação de qualquer anomalia técnica ou outro tipo de dificuldade relacionada com a utilização do site. Para o efeito, envie email para helpdesk@cm-vilaverde.pt.

Este projeto foi cofinanciado pelo projeto Cávado Digital MAIS (POVT)

PROTEÇÃO DE DADOS

Apenas deve fornecer os dados pessoais necessários para a prestação do serviço solicitado, nomeadamente para ser capaz de aceder a qualquer um dos serviços no sítio que possuam gestão de processos especificos dependentes do utilizador.
Estes dados serão incorporados nos arquivos correspondentes nO Município de Vila Verde serão tratados em conformidade com o regulamento estabelecido por lei.
Os dados recolhidos apenas serão objeto de transferência, sempre que apropriado, com o consentimento da pessoa em questão ou em conformidade com a referida lei orgânica de protecção de dados de carácter pessoal.
As pessoas cujos dados pessoais, contidos nos ficheiros dO Município de Vila Verde, podem exercer os seus direitos de acesso, rectificação, cancelamento e oposição, na forma prevista pela lei, antes do envio para o arquivo.

AVISO LEGAL

O Município de Vila Verde, através de seu portal na Web fornece informações de interesse geral do concelho de Vila Verde, em especial, a informação e os esforços da organização municipal. A informação fornecida é atual no momento da sua publicação.
O Município de Vila Verde pretende que esta informação seja exata e precisa e procede à sua atualização com a maior frequência possível, tentando evitar erros e corrigi-los, assim que os deteta. No entanto, o Município de Vila Verde não pode garantir a ausência de erros ou que o conteúdo da informação seja permanentemente atualizado.
O Município de Vila Verde pode levar a cabo a qualquer momento e sem aviso prévio, modificações, supressões ou alterações das informações publicadas ou ser capaz de alterar a configuração ou a apresentação.
O acesso ao portal da Web, bem como a utilização das informações que ele contém, são da exclusiva responsabilidade do utilizador. O Município de Vila Verde não é responsável por quaisquer danos que possam decorrer destes factos, nem pode garantir que o acesso não seja interrompido, ou que o conteúdo ou software acedido esteja livre de erros ou causa de dano.
As informações prestadas em resposta a qualquer pergunta ou pedido de informação são meramente indicativas e em nenhum caso será vinculativa para a resolução de procedimentos administrativos, que são estritamente sujeitos às normas legais ou regulamentares que sejam aplicáveis.
Os conteúdos publicados incluem links para páginas de terceiros, web sites, principalmente de outras entidades públicas, que são considerados como podendo ser de interesse para os utilizadores do Portal. O Município de Vila Verde não assume qualquer responsabilidade derivada das ligações ou do conteúdo desses links.