Pular para o conteúdo

Presidência Presidência

Mensagem da Presidente da Câmara

Com enorme orgulho e entusiasmo, assumo as funções de Presidente da Câmara Municipal de Vila Verde para o mandato 2021/2025. Agradeço aos vilaverdenses o voto de confiança que depositaram em mim...

         

Voltar

Arte do barro vai revitalizar antigo núcleo urbano de Prado

Município de Vila Verde procedeu hoje ao lançamento e bênção da primeira pedra do futuro Centro Interpretativo do Artesanato em Cerâmica

A arte do barro vai ajudar a revitalizar a área urbana da antiga sede de concelho na Vila de Prado. A presidente da Câmara Municipal de Vila Verde, Júlia Rodrigues Fernandes, traçou hoje o objetivo na cerimónia de lançamento e bênção da primeira pedra do futuro Centro Interpretativo do Artesanato em Cerâmica.

“Vamos dar uma vida nova a um edifício e também a esta zona envolvente, que contém muitas histórias e memórias importantes para a Vila de Prado e para o concelho”, afirmou Júlia Fernandes, convicta que o futuro Centro assumirá um papel fulcral na dinamização do artesanato e também na valorização do turismo e da riqueza do património local.

O Centro Interpretativo do Artesanato em Cerâmica, que deverá estar pronto dentro de um ano, abrirá espaço à formação e ligação às escolas, de forma a promover “o conhecimento e empatia das novas gerações para a atividade artesanal”, como sublinhou a presidente da Câmara.

A autarca apontou ainda à necessidade da futura estrutura contribuir para “promover a sustentabilidade e a qualidade de emprego num setor de atividade que marca a identidade da região”, conforme destacaram na cerimónia o presidente da Junta de Prado, Albano Bastos, e o vereador Patrício Araújo.

“A olaria é uma referência da história da Vila de Prado e da região envolvente, incluindo Oleiros, Cabanelas e o concelho de Barcelos, mantendo-se ainda hoje em atividade grandes artesãos”, destacou Patrício Araújo, apontando alguns dos nomes marcantes do artesanato local, que incentivaram a instalação do Centro Interpretativo e prometem “dar nova vida” a um edifício que estava em profunda degradação.

Numa cerimónia marcada também pela atuação dos cantores pradenses Rogério Braga e Mafalda Cruz, o padre João Correia fez questão de também lembrar que o antigo edifício serviu igualmente de moradia do escritor João de Castro, para além de ter funcionado como tribunal.

A requalificação de antigo e emblemático edifício, situado na Rua Direita, na Vila de Prado, representa um investimento de 561 mil euros, comparticipado em 63,5% pelo PROVERE/MinhoIN, no âmbito do Norte 2020 e ao abrigo do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER).

 

Oficinas com artesãos locais a trabalhar

Espaços para oficinas com artesãos locais a trabalhar, assim como um forno, áreas de exposição das peças e acolhimento de visitas e ações de formação irão compor o futuro edifício, de acordo com o projeto, da autoria da Divisão de Projetos e Obras do Município.

O edifício está inserido num conjunto edificado remanescente do núcleo urbano mais antigo da Vila de Prado. Apesar do estado de deterioração, apresenta alguns elementos arquitetónicos de registo, com planta comprida de grande simplicidade, fenestração descentrada em relação ao frontão da fachada principal. Em frente ao edifício abre-se na rua um pequeno terreiro que liga à EN 205 e à antiga igreja Matriz de Prado.

Município de Vila Verde, 25.5.2022

 

GALERIA FOTOGRÁFICA


 Divulkgação dos resultados da qualidade da água da rede pública  

concursos de admissão de trabalhadores

 Facebook  Issuu  YouTube  Instagram  

PROTEÇÃO DE DADOS

O Municipio de Vila Verde, na sequência do exercício de funções de interesse público e exercício da autoridade pública, está profundamente empenhado na implementação de processos que recolham e tratem os dados pessoais adequados, pertinentes e limitados ao que é necessário relativamente às finalidades, cumprindo com os princípios de licitude, lealdade, transparência e minimização.

Adicionalmente, são implementadas, e continuamente avaliadas, medidas técnicas e organizativas consideradas adequadas à salvaguarda da informação mantida sob responsabilidade do Município. Os dados pessoais recolhidos serão conservados pelo tempo estritamente necessário, seja para cumprimento de prazo certo expressamente fixado por Lei ou outro proporcional e adequado ao objetivo da recolha.

Os titulares dos dados pessoais, tratados sob responsabilidade do Municipio, podem exercer os direitos de acesso, retificação, oposição, apagamento, limitação e portabilidade, nas situações aplicáveis, por meio de requerimento específico. Existe um Encarregado de Proteção de Dados designado, que pode ser contactado através do email dpo@cm-vilaverde.pt, ou via postal dirigido ao mesmo e endereçado para a morada Praça do Município 40, 4730-728 Vila Verde.

Para mais informações consulte a nossa  Política de Privacidade.

AVISO LEGAL

O Município de Vila Verde, através de seu portal na Web fornece informações de interesse geral do concelho de Vila Verde, em especial, a informação e os esforços da organização municipal. A informação fornecida é atual no momento da sua publicação.
O Município de Vila Verde pretende que esta informação seja exata e precisa e procede à sua atualização com a maior frequência possível, tentando evitar erros e corrigi-los, assim que os deteta. No entanto, o Município de Vila Verde não pode garantir a ausência de erros ou que o conteúdo da informação seja permanentemente atualizado.
O Município de Vila Verde pode levar a cabo a qualquer momento e sem aviso prévio, modificações, supressões ou alterações das informações publicadas ou ser capaz de alterar a configuração ou a apresentação.
O acesso ao portal da Web, bem como a utilização das informações que ele contém, são da exclusiva responsabilidade do utilizador. O Município de Vila Verde não é responsável por quaisquer danos que possam decorrer destes factos, nem pode garantir que o acesso não seja interrompido, ou que o conteúdo ou software acedido esteja livre de erros ou causa de dano.
As informações prestadas em resposta a qualquer pergunta ou pedido de informação são meramente indicativas e em nenhum caso será vinculativa para a resolução de procedimentos administrativos, que são estritamente sujeitos às normas legais ou regulamentares que sejam aplicáveis.
Os conteúdos publicados incluem links para páginas de terceiros, web sites, principalmente de outras entidades públicas, que são considerados como podendo ser de interesse para os utilizadores do Portal. O Município de Vila Verde não assume qualquer responsabilidade derivada das ligações ou do conteúdo desses links.

FICHA TÉCNICA

Manutenção e edição
Serviços do Município de Vila Verde

 Agradece-se a comunicação de qualquer anomalia técnica ou outro tipo de dificuldade relacionada com a utilização do site. Para o efeito, envie email para helpdesk@cm-vilaverde.pt.
Este projeto foi cofinanciado pelo projeto Cávado Digital MAIS (POVT)