Pular para o conteúdo

Presidência Presidência

Mensagem da Presidente da Câmara

Caras e caros Vilaverdenses,  Com enorme orgulho e entusiasmo, assumo as funções de Presidente da Câmara Municipal de Vila Verde para o mandato 2021/2025. Agradeço aos vilaverdenses o voto de confiança que depositaram em mim e na minha equipa, assim como   na nossa estratégia...

             

concursos de admissão de trabalhadores

Notícias Notícias

Voltar

Alunos desafiados a educar adultos com bons hábitos ambientais em casa

"Um Olhar nas Florestas de Portugal", numa exposição de fotografia inaugurada hoje nos Paços do Concelho de Vila Verde, foi o mote para o desafio lançado a alunos do ensino básico pela presidente da Câmara, Júlia Fernandes, de forma a ajudarem na mudança de velhos hábitos da vida quotidiana que prejudicam o meio ambiente.

Dirigindo-se a alunos do 5º ano da Escola EB 2,3 de Vila Verde, Júlia Fernandes deixou o apelo para que as novas gerações “ajudem a educar e a sensibilizar os adultos para a importância e os benefícios de pequenos gestos diários para salvar o nosso Planeta, que é o único que temos”. Apontou como exemplos a poupança de água e a separação do lixo.

“Há um longo trabalho que tem sido muito bem desenvolvido nas comunidades escolares do concelho, designadamente no âmbito do projeta Escola + Verde. Mas é preciso dar um passo mais longo, de forma a envolver os adultos nesta missão urgente que todos temos pela frente”, desafiou Júlia Fernandes.

Para essa missão, a autarca apontou a mais valia que significará um bom trabalho dos alunos em casa, junto da família, explicando as vantagens e benefícios de hábitos, como a separação de lixos - permitindo a melhor gestão e tratamento de resíduos – ou gestos que ajudam a poupar também nas contas de consumo de água e energia.

É uma missão importante, com impacto no combate às alterações climáticas, na defesa do meio ambiente e da qualidade de vida. Em Vila Verde, Júlia Fernandes reconheceu que “essa responsabilidade aumenta, porque estamos no concelho mais lindo do mundo, com um nome fantástico a preservar e valorizar”.

 

Semana da Floresta Autóctone

A exposição – cuja cerimónia de abertura contou com a participação dos vereadores Manuel Lopes, Michele Alves e Patrício Araújo – integra o programa da Semana da Floresta Autóctone, que decorre até sexta-feira, com diversas atividades, como a palestra que teve lugar no salão nobre dos Paços do Concelho, com a colaboração da “Águas do Norte”. De manhã, alunos do Centro Escolar Monsenhor Elísio de Araújo participaram numa plantação de árvores autóctones na União de Freguesias do Pico de Regalados, Gondiães e Mós.

Uma ação de reflorestação é a iniciativa programada para amanhã, às 10h00, com alunos da EB Ribeira do Neiva no Monte S. Miguel-O-Anjo, em Prado S. Miguel. Na quarta-feira, Adelino Silva dará uma palestra sobre "Sensibilização para as Alterações Climáticas", na Escola Secundária, enquanto que na quinta-feira será a vez de Carlos Palma Rio, fotógrafo de natureza, falar sobre biodiversidade, na Escola Profissional Amar Terra Verde.

O objetivo é sensibilizar a população para a importância da conservação da floresta e da natureza das florestas naturais, com especial atenção para as novas gerações. As crianças e os jovens são convidados ao contacto direto com o património natural de Vila Verde e a conhecer as plantas autóctones mais abundantes do concelho, de forma a contribuírem para a salvaguarda da biodiversidade.

A plantação de árvores e ações de reflorestação, uma caminhada ambiental, a visita ao Horto Municipal e um atelier de geminação de sementes fazem parte das iniciativas previstas, juntamente com ações de sensibilização sobre a biodiversidade, espécies invasoras e as alterações climáticas.

Promovida pelo Município de Vila Verde no âmbito do projeto Escola + Verde, a Semana da Floresta Autóctone conta com a parceria dos Agrupamentos de Escolas do concelho, da Escola Secundária de Vila Verde e da Escola Profissional Amar Terra Verde (EPATV).

A Equipa Municipal de Intervenção Florestal (EMIF) faz igualmente parte dos parceiros deste projeto, assim como o Projeto Ciga Giro, o Centro Comunitário da Cruz Vermelha de Prado, a CIM Cávado e a Rede Territorial Portuguesa das Cidades Educadoras (RTPCE).

Município de Vila Verde, 22.11.2021

 

GALERIA FOTOGRÁFICA

 


Divulkgação dos resultados da qualidade da água da rede pública 

Documentos recentes Documentos recentes

 Facebook  Issuu  YouTube  Instagram  

PROTEÇÃO DE DADOS

O Municipio de Vila Verde, na sequência do exercício de funções de interesse público e exercício da autoridade pública, está profundamente empenhado na implementação de processos que recolham e tratem os dados pessoais adequados, pertinentes e limitados ao que é necessário relativamente às finalidades, cumprindo com os princípios de licitude, lealdade, transparência e minimização.

Adicionalmente, são implementadas, e continuamente avaliadas, medidas técnicas e organizativas consideradas adequadas à salvaguarda da informação mantida sob responsabilidade do Município. Os dados pessoais recolhidos serão conservados pelo tempo estritamente necessário, seja para cumprimento de prazo certo expressamente fixado por Lei ou outro proporcional e adequado ao objetivo da recolha.

Os titulares dos dados pessoais, tratados sob responsabilidade do Municipio, podem exercer os direitos de acesso, retificação, oposição, apagamento, limitação e portabilidade, nas situações aplicáveis, por meio de requerimento específico. Existe um Encarregado de Proteção de Dados designado, que pode ser contactado através do email dpo@cm-vilaverde.pt, ou via postal dirigido ao mesmo e endereçado para a morada Praça do Município 40, 4730-728 Vila Verde.

Para mais informações consulte a nossa  Política de Privacidade.

AVISO LEGAL

O Município de Vila Verde, através de seu portal na Web fornece informações de interesse geral do concelho de Vila Verde, em especial, a informação e os esforços da organização municipal. A informação fornecida é atual no momento da sua publicação.
O Município de Vila Verde pretende que esta informação seja exata e precisa e procede à sua atualização com a maior frequência possível, tentando evitar erros e corrigi-los, assim que os deteta. No entanto, o Município de Vila Verde não pode garantir a ausência de erros ou que o conteúdo da informação seja permanentemente atualizado.
O Município de Vila Verde pode levar a cabo a qualquer momento e sem aviso prévio, modificações, supressões ou alterações das informações publicadas ou ser capaz de alterar a configuração ou a apresentação.
O acesso ao portal da Web, bem como a utilização das informações que ele contém, são da exclusiva responsabilidade do utilizador. O Município de Vila Verde não é responsável por quaisquer danos que possam decorrer destes factos, nem pode garantir que o acesso não seja interrompido, ou que o conteúdo ou software acedido esteja livre de erros ou causa de dano.
As informações prestadas em resposta a qualquer pergunta ou pedido de informação são meramente indicativas e em nenhum caso será vinculativa para a resolução de procedimentos administrativos, que são estritamente sujeitos às normas legais ou regulamentares que sejam aplicáveis.
Os conteúdos publicados incluem links para páginas de terceiros, web sites, principalmente de outras entidades públicas, que são considerados como podendo ser de interesse para os utilizadores do Portal. O Município de Vila Verde não assume qualquer responsabilidade derivada das ligações ou do conteúdo desses links.

FICHA TÉCNICA

Manutenção e edição
Serviços do Município de Vila Verde

 Agradece-se a comunicação de qualquer anomalia técnica ou outro tipo de dificuldade relacionada com a utilização do site. Para o efeito, envie email para helpdesk@cm-vilaverde.pt.
Este projeto foi cofinanciado pelo projeto Cávado Digital MAIS (POVT)